Gastronomia Alentejana | Gastronomy of Alentejo

A Gastronomia alentejana é muito rica e acolhe confortavelmente aqueles que com ela se deliciam.

A cozinha tradicional é marcada pela ligação à terra. São as plantas e frutos colhidos do campo que caracterizam muitos pratos alentejanos: os agriões da ribeira, as beldroegas, os cardos, os espargos bravos, as amoras das silvas, os figos da índia, as silarcas … E, claro, as plantas aromáticas, como os poejos, orégãos, tomilho. Afinal, o que seria de uma açorda sem os típicos coentros?


Valorizamos e incentivamos a prática de uma alimentação saudável, uma vez que constitui um pilar na prevenção e controlo de algumas doenças (obesidade, diabetes mellitus tipo 2, da hipertensão arterial e doenças cardiovasculares). A adesão à Dieta Mediterrânica está associada à proteção da saúde e prevenção da doença, e poderá resultar numa redução considerável da mortalidade.

A Dieta Mediterrânica apresenta-se como um modelo de sustentabilidade. Ter uma alimentação sustentável passa também por respeitar as tradições gastronómicas da região, com recurso aos alimentos frescos e locais, respeitando a sua sazonalidade local. É por esta razão que selecionamos sempre os melhores produtos da época dos nossos fornecedores locais, preparando diariamente um menu de “sugestão da chef”.

Na cozinha tradicional do Alentejo verificam-se alguns dos princípios da dieta mediterrânica, nomeadamente:

  • Frugalidade e cozinha simples, garantindo que os preparados protegem os nutrientes, como é o caso das sopas, cozidos, ensopados e caldeiradas;

  • Elevado consumo de produtos de origem vegetal em detrimento do consumo de produtos alimentares de origem animal, nomeadamente de produtos hortícolas, fruta, pão de qualidade e cereais pouco refinados, leguminosas secas e frescas, frutos secos e oleaginosos;

  • Consumo de produtos de origem vegetal produzidos localmente, frescos e da época;

  • Consumo de azeite como principal fonte de gordura;

  • Utilização de plantas aromáticas, locais e sazonais, para temperar em detrimento do sal.

É importante não desconsiderar que muitos dos pratos alentejanos utilizam alguns alimentos ricos em gordura (por exemplo, carnes vermelhas, banha de porco), e os doces conventuais costumam ter teores elevados de açúcar. É importante manter uma alimentação diversificada e equilibrada, sem exceder nas quantidades.

Delicie-se com os pratos do nosso Restaurante Skyscape, deixe-se levar pelas nossas maravilhas com base gastronómica alentejana, desde as migas às açordas e aos doces conventuais.


Gastronomy of Alentejo


Alentejo gastronomy is very rich and comfortably welcomes those who delight in it.


The traditional cuisine is marked by the connection to the land. It is the plants and fruits harvested from the field that characterize many Alentejo dishes: watercress from the riverside, purslane, thistles, wild asparagus, blackberries, figs from India, silarcas… And, of course, aromatic plants, like poejos, oregano, thyme. What would be an açorda without the typical coriander?

We value and encourage the practice of healthy eating since it is a pillar in the prevention and control of some diseases (obesity, type 2 diabetes mellitus, high blood pressure, and cardiovascular diseases). Adherence to the Mediterranean Diet is associated with health protection and disease prevention and may result in a considerable reduction in mortality.

The Mediterranean Diet presents itself as a model of sustainability. Having a sustainable diet also involves respecting the gastronomic traditions of the region, using fresh and local foods, respecting their local seasonality. That is why we always select the best seasonal products from our local suppliers, preparing a “chef's suggestion” menu daily.

In the traditional cuisine of Alentejo, some of the principles of the Mediterranean diet are verified, namely:

  • Frugality and simple cooking, ensuring that the preparations protect nutrients, such as soups, and stews;

  • High consumption of products of plant-based to the detriment of consumption of food products of animal origin, namely vegetables, fruit, quality bread, and poorly refined cereals, dried and fresh legumes, nuts, and oilseeds;

  • Consumption of vegetable products produced locally, fresh and in season;

  • Consumption of olive oil as the main source of fat;

  • Use of aromatic plants, local and seasonal, instead of salt.

It is important not to disregard that many of the Alentejo dishes use some foods rich in fat (for example, red meat, lard), and conventual sweets usually have high levels of sugar. It is important to maintain a diversified and balanced diet, without exceeding the quantities.

Delight yourself with the dishes of our Skyscape Restaurant, let yourself be carried away by our wonders based on Alentejo gastronomy, from migas to açordas and conventual sweets.





32 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo